As escalas geográficas já não são tão usadas pela população comum desde a invenção do GPS, quando as escalas gráficas já não eram mais necessárias para entender o quão grande era um mapa ou então a quantidade de km que uma viajem teria baseando-se na sua distância no mapa. 

Aqui, vamos olhar para exemplos de cada um dos tipos de escalas geográficas e discutir como usá-los para viagens e pesquisas. Aliás,  já te perguntaste porque temos tantos tipos de mapas diferentes? Temos mapas mostrando continentes inteiros e mapas mostrando todas as casas em uma pequena cidade. Temos mapas nos contando informações sobre as pessoas que vivem lá, como a terra é usada, ou até mesmo a concentração de uma espécie ameaçada. Uma parte importante de um mapa é a escala que ele usa, mas isso depende do tipo de dados que queremos saber.




 Existem dois tipos de escalas usadas na geografia: escalas de mapa e escalas relativas. Cada um tem uma função muito diferente, mas ambos também podem trabalhar juntos.Não deixe o termo "relativo" confundi-lo em pensar que este tipo de escala lida com a distância relativa como com uma escala de mapa. Escalas relativas, também chamadas escalas de análise, referem-se à quantidade de detalhes incluídos no mapa e o tamanho das unidades em que estamos olhando. Isto é chamado de nível de agregação, ou muitos detalhes são colocados juntos no mapa com base no tamanho da unidade que estamos analisando. 

São basicamente detalhes sobre um lugar que se pode usar num projecto de pesquisa em vez de distância.Quanto menor o nível de agregação, mais específico ficamos com o detalhe. É como entrar e sair de uma imagem de satélite. Se fizermos zoom, estamos em baixa altitude e vemos detalhes muito específicos. Podemos ver o telhado de uma casa e carros individuais. Isso também é um baixo nível de agregação, porque não estamos juntando tudo naquele espaço. Vemos detalhes. Quando reduzimos a imagem de satélite para uma elevação muito maior, perdemos muitos detalhes específicos para olhar para uma área muito mais ampla. Já não conseguimos ver casas individuais, o que significa que temos um alto nível de agregação.