As deusas gregas são várias e fazem parte da mitologia politeísta que regia a época, a qual os deuses do olimpo eram usados para explicar as coisas do mundo e interpretar o planeta.

Cada deusa grega possui suas próprias características no mundo grego e é responsável pelo comando de alguma situação em específico. São elas:


Hera

A rainha dos deuses e deusas gregas olímpicas, Hera incorporou os aspectos do casamento e , por conta disso, é o símbolo principal do ser feminino. Ela é o simbolismo das mulheres, parto, e até mesmo as estrelas no céu.

Hera também era irmã de Zeus. Pertencente a este último, há um mito famoso de como Zeus se transformou em um cuco para garantir o afeto de Hera e, finalmente, seduzi-la. Infelizmente, como mencionamos na entrada anterior, na narrativa mítica, sua união não foi exatamente feliz, em parte devido à natureza da série de assuntos de Zeus com outras mulheres – deuses e mortais.

Demeter

Deméter era a deusa da agricultura, colheita, grão e pão. Em essência, ela encarnava a força de sustentação da terra e, portanto, era muitas vezes retratada como uma mulher matronal Carregando feixes de trigo ou uma cornucópia (o "chifre de abundância" simbolizando abundância e nutrição). Consequentemente, ela recebeu os epítetos da Senhora dos frutos (da terra) e o portador das estações – com o último aspecto sendo simbolicamente mencionado na mitologia grega através de um episódio particular envolvendo Demeter e sua amada filha Perséfone.

Afrodite

Considerada a deus do carinho e do amor, é casada com Hephaestus e é a principal representação da beleza, amor, paixão e sedução.

Artemis

Artemis é tida como a verdadeira deusa da perseguição.  A história conta que foi ordenado a construção do Templo de Ártemis em Éfaso – que na época era considerada uma das maravilhas do mudo. O tempo a ser construído sozinho ostentava uma área de 354 pés por 135 pés, quase equivalente ao tamanho de um campo de futebol americano. No entanto, a construção foi interrompida quando a tirania ateniense foi derrubada, com Hipias sendo expulso do olimpo.