O solo é a parte exterior da crosta terrestre, composto por materiais minerais e orgânicos. Sendo o resultado da ação de vários elementos como o clima, água, tipos de rocha, tempo, organismos vivos, entre outros elementos. Por essa razão, existem diversos tipos de solos com características e condições próprias, são eles: solo humoso, solo argiloso, solo arenoso e solo calcário.

Solo humoso

Também conhecido como terra preta, o solo humoso é um tipo de solo muito fértil, já que, é rico em húmus, matéria orgânica depositada no solo, resultante da decomposição de plantas e animais mortos e da ação das minhocas. Esse tipo de solo é eficiente na retenção de água e adequado para o cultivo de plantas.

Solo argiloso

Formado por grãos pequenos e compactos o solo argiloso é uma terra macia e úmida, composta por mais de 30% de argila, ferro e alumínio. Dado as suas características, esse solo formado por grãos pequenos e compactos é impermeável e apresenta grande quantidade de nutrientes, sendo assim adequado para a prática da atividade agrícola.

Solo arenoso

Composto, em grande parte, por areia (70%) e, em menor parte por argila (15%), o solo arenoso possui uma textura leve e granulosa, além da presença de grandes poros entre os grãos de areia. Por esse motivo, esse tipo de solo não retém muito água sendo pobre em nutrientes e água, dificultando a sobrevivência de plantas e organismos. É encontrado com facilidade na região nordeste do Brasil.

Solo calcário

Apresentando mais de 30% de calcária e grande quantidade de partículas rochosas em sua composição, o solo calcário é pobre em nutrientes e inadequado para o cultivo de plantas. É encontrado nas regiões desérticas.